Ainda é Tudo Seu

08/09/2014 § Deixe um comentário

Ainda tenho tantas coisas pra te dizer e saber
Você que sempre me ganha antes de me perder
Me faz ver
Em cada melodia e letra que eu vou escrever tem você
Sua boca me leva aonde vou me perder

Mesmo se não for pra sempre
Volto pra te buscar
Mesmo que eu siga em frente
Um dia eu vou te levar
Mas não vá

Ainda é tudo seu aqui
É tudo seu

As horas vivem com pressa e eu ando devagar
Segredos moram comigo eu gosto de contar pro céu
A vida inteira é muito pouco só pra começar desvendar
E quando os olhos se esquentam eu perco a direção e a razão

Mesmo se não for pra sempre
Volto pra te buscar
Mesmo que eu siga em frente
Um dia eu vou te levar
Mas não vá

Ainda é tudo seu aqui
É tudo seu

Mesmo se não for pra sempre
Volto pra te buscar
Mesmo que eu siga em frente
Um dia eu vou te levar
Mas não vá

Ainda é tudo seu aqui
É tudo seu

Anúncios

When I Was Your Man

20/12/2013 § Deixe um comentário

Uma das boas descobertas que tive esse ano foi a linda voz de Boyce Avenue que,
com toda emoção, deu nova vida às músicas que eu já gostava muito.
Para quem não o conhece, deixo aqui uma pequena amostra.
♪♫♩♫♭♪♬♫♩♫

Same bed, but it feels just a little bit bigger now

Our song on the radio, but it don’t sound the same

When our friends talk about you

All that it does is just tear me down

Cause my heart breaks a little

When I hear your name

And all just sounds like ooh, ooh, ooh, ooh, ooh
Too young, too dumb to realize

That I should’ve bought you flowers and held your hand

Should’ve give you all my hours when I had the chance

Take you to every party

Cause all you wanted to do was dance

Now my baby is dancing, but she’s dancing

With another man
My pride, my ego

My needs and my selfish ways

Caused a good strong woman like you

To walk out my life

Now I never, never get to clean up

The mess I made

And it haunts me every time I close my eyes

It all just sounds like ooh, ooh, ooh, ooh, ooh
Too young, to dumb to realize

That I should’ve bought you flowers and held your hand

Should’ve give you all my hours when I had the chance

Take you to every party

Cause all you wanted to do was dance

Now my baby is dancing, but she’s dancing

With another man
Although it hurts

I’ll be the first to say that I was wrong

Oh, I know I’m probably much too late

To try and apologize for my mistakes

But I just want you to know

I hope he buys you flowers, I hope he holds your hand

Give you all his hours when he has the chance

Take you to every party cause I remember

How much you loved to dance

Do all the things I should’ve done

When I was your man
Do all the things I should’ve done

When I was your man

16/12/2013 § Deixe um comentário

“.. não te esquecerei um dia, nenhum dia.. “

Quelqu’un M’a Dit

23/10/2013 § Deixe um comentário

Para quem quer falar francês, comprar uma bicicleta, viver de romance e comer croissant em todo café da manhã.

Dedico suspiros.

Boa quarta!

 

Pourtant quelqu’un m’a dit
Que tu m’aimais encore,
C’est quelqu’un qui m’a dit que tu m’aimais encore.
Serais ce possible alors ?
 
Carla Bruni

Linha do tempo

30/09/2013 § Deixe um comentário

Só sorriso

26/09/2013 § Deixe um comentário

Quando eu olho pra você
Vejo silêncio e lágrima
Incrustados num mundo de solidão
O que se mostra o que dá pra ver não é lástima
Do que de fato habita o seu coração
Tanta coisa parada sem par
Tanta coisa presa
Na tristeza de se refrear
O que a vida mais preza
A certeza de ser fiel
A própria natureza
Como você poderia saber
Se nesse mundo seu
Você não dá motivos ao sol
Pra clarear nova era
Você não ouvidos ao som
Que anuncia a quimera
Você não agoniza de amor
Mas já não sabe onde mora
É só sorriso mas não consegue chorar
Isso não ameniza seus ais
Não põe as mágoas pra fora
Não abandona a casa da dor
Quem quando dentro ignora
Você não admite sofrer
Mas já se vê sem escolha
É só sorriso mas não consegue chorar

No Me Compares

27/08/2013 § Deixe um comentário

No Me Compares (part. Ivete Sangalo)

Agora que gemem mais pálidas nossas memórias,
Que há neve no televisor
Agora que chove na sala e se apagam
as velas do barco que me iluminou
Agora que canta o tempo chorando seus versos
E o mundo enfim despertou
Agora perdido em um silêncio feroz, pra que quer desatar esses nós?
Agora enxergamos direito e podemos nos ver por de trás do rancor
Agora te digo de onde venho e dos caminhos que a paixão tomou
Agora o destino é ermo e nos encontramos neste furacão
Agora eu te digo de onde venho e do que é feito o meu coração…
Vengo del aire
Que te secaba a ti la piel, mi amor
Yo soy la calle, donde te lo encontraste a él
No me compares, bajé a la tierra en un pincel por ti
Imperdonable, que yo no me parezco a él
Ni a él, ni a nadie
Ahora que saltan los gatos
Buscando las sobras, maúllas la triste canción
Ahora que tú te has quedado sin palabras
Comparas, comparas, con tanta pasión
Ahora podemos mirarnos
Sin miedo al reflejo en el retrovisor
Ahora te enseño de dónde vengo
Y las heridas que me dejó el amor
Ahora no quiero aspavientos
Tan sólo una charla tranquila entre nos
Si quieres te cuento por qué te quiero
Y si quieres cuento por qué no
Você não sabe por onde andei depois de tudo amor
Eu sou a chave, da porta onde encontraste alguém
Não (No) me compares
Não busque nela o olhar que dei a ti
Imperdoável que eu não seja igual a ela
Então não fale, que alguém te toca como eu toquei
Que se acabe e que tu partas sem saber
E para sempre, ninguém te toca como eu toquei
Que se acabe… yo soy tu alma tu eres me aire!

Onde estou?

Você está navegando em publicações marcadas com music em ...O Vôo da Libélula....

%d blogueiros gostam disto: