07/08/2012 § Deixe um comentário

“Cansei-me dos poemas que escrevi
mas não tive coragem de os rasgar.
São versos, meu amor…falam de ti
mesmo que, às vezes, finjam não falar.”

Anúncios

Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento no ...O Vôo da Libélula....

Meta

%d blogueiros gostam disto: