“E não vou tolerar ninguém que não me faça ter sentimentos incríveis.”

05/04/2011 § Deixe um comentário

De uns tempos pra cá muita coisa tem mudado.

Apaguei um monte de gente da minha vida. Tudo sem um pingo de remorso ou pena.

Quem me conhece sabe que nem sempre fui assim. Muitas vezes dei segundas, terceiras e décimas chances pra muita gente.

A verdade é que, se me analisarem hoje, eu virei outra pessoa.

Sou quase a mesma de sempre, mas sinto que não sou mais boazinha (se é que algum dia eu fui).

Minha tolerância acabou, totalmente, minha intuição fareja à distância uma cabecinha ruim e um coração podre.

Não aceito mais ser amiga de stalkers, de gente mal-resolvida e que querem me ferrar pelas costas.

Não tenho raiva de ninguém, mas minha prioridade agora é só uma:”EU”.

Podem me chamar de egoísta, eu aceito. Mas acredito que não seja isso, e sim, AMOR PRÓPRIO.

Chega uma hora na vida que a gente tem que parar de ser boa com os outros e ser boa -primeiramente – com a gente.

Fiquei amarga? Não. Não mesmo! Agora eu sou prática.

Vacilou? A porta está aberta, meu bem . Sem dó nem piedade.”

“E não vou tolerar ninguém que não me faça ter sentimentos incríveis.”

(Fernanda Mello - com adaptações)
Anúncios

Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento “E não vou tolerar ninguém que não me faça ter sentimentos incríveis.” no ...O Vôo da Libélula....

Meta

%d blogueiros gostam disto: