Não tenho obrigações com aquilo que não me faz feliz!

27/03/2007 § Deixe um comentário

 

Às vezes você constrói uma casa. Tudo pensado com carinho. Cada cômodo, cada mobília… você quer sua casa aconchegante, quer receber as pessoas que ama, quer ser feliz…

Como tempo você vai percebendo que a casa é quente. Percebe que os móveis trazem desconforto por causa do calor.. o fogão não está muito bom… ou a comida fica crua ou queima. Com o tempo aquela casa se torna um pesadelo… Mas é SUA CASA.

A casa que você levou tempos para construir. Então tudo é uma questão de paciência. Você compra um ar-condicionado, reforça as telhas, faz uma piscina. Todos os dias você cozinha na esperança de desta vez vai dar certo… se já deu uma vez, por que não vai dar certo de novo? Mas não dá… ela queima de novo ou ficou crua de novo. Você não entende porque o ar-condicionado não funciona direito. Talvez seja a instalação mal feita. Talvez seja defeito de fábrica, mas você espera. Vai ver o dia estava muito quente.

Com o tempo a sua casa só te dá tristeza. Mas é SUA CASA.

Você não quer vender… você construiu com tanto carinho… vai ter um jeito. O tempo vai melhorar. Você vive cada dia… não dorme, não tem mais paz. Mas você espera porque o tempo vai melhorar. A comida você vai acertar. Deixa o carpete, porque por mais que 90% dos dias sejam quentes vai chega pelo menos um dia de frio.

Você espera o frio. Você  espera o tempo da comida. Você pensa em mudar, você pensa em vender.. mas é a SUA CASA.

Todo trabalho, todo esforço.. não é justo. Você tem pena de se desfazer do que construiu. E você já se esforçou tanto… você gastou tudo que tinha . você tenta todos os dias, mas aquela casa não te faz mais feliz. Não é mais  aconchegante. Não parece mais com você. Por quê? Você fez de tudo.. colocar a venda? Melhor esperar alguém que se interesse. Você não pode deixar tudo para trás… São suas esperanças… SUA CASA … sua vida.

Um dia  você acorda suada, com fome e doente. Escuta.. vai embora… vai embora! Não adianta…tudo que você poderia fazer, você já fez. Não espere o tempo melhorar. Não espere a casa voltar ao que era… você já tentou.. talvez por falta de sorte… não importa. Vai emobra… não fique com pena do dinheiro que gastou. Não fique com pena das noites sem dormir… não lamente todo  esforço. Vai embora! Mesmo que não tenha  para onde ir. Não tente mudar os móveis de lugar. Não tente consertar o que quebrou. Não pense mais no que você pode ter feito de errado…

Vai embora! Vai embora agora! Não leve nada com você, não olhe para trás… saiba desistir daquilo que te faz INFELIZ .

 

Trecho do texto “CASINHA BRANCA” do blog http://leribi.muleburra.com/

Autora: Danielle Means

 

 

Anúncios

Resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Não tenho obrigações com aquilo que não me faz feliz! no ...O Vôo da Libélula....

Meta

%d blogueiros gostam disto: